ESPAÇO LUZ. Rua S-6, quadra S-27, lote 06, n. 300. Setor Bela Vis

(62) 3255-8177

Anestésicos locais e vasoconstritores
Dr Luciano Augusto de Jesus

Anestésicos locais são fármacos que determinam bloqueio reversivo da condução nervosa, com perda de sensações, sem alteração do grau de consciência.

 

Reversão de efeito é a principal característica que os torna diferentes de agentes neurolíticos, como fenol e álcool.

 

Sua seleção está basicamente relacionada a parâmetros farmacológicos e presença de alterações sistêmicas presentes nos pacientes.

 

Anestésicos locais classificam-se em agentes de tipo éster e amida. Essa classificação é química e é baseada na cadeia intermediária.

 

Os do tipo éster se caracterizam por ser mais hidrossolúveis e por apresentarem maior potência alergênica. São hidrolizados rapidamente no plasma por esterases, determinando duração de ação menor, com exceção da tetracaína. Anestésicos de tipo amida são relativamente constantes em solução, raramente desencadeiam reações alérgicas e são biotransformados no fígado.

 

Anestésicos locais podem, ainda, ser classificados de acordo com sua duração de efeito.

 

Curta duração

- procaína

- cloroprocaína

 

Média duração

- lidocaína

- prilocaína

- mepivacaína

- articaína

 

Longa duração

- bupivacaína

- tetracaína

- etidocaína

- ropivacaína.

 

Anestésicos locais podem ser combinados a vasoconstritores, como a adrenalina, noradrenalina, levonordefrina e fenilefrina e felipressina).

 

Os vasoconstritores aumentam a duração de ação de anestésicos locais, se contrapondo à vasodilatação por eles induzida, impedindo rápida absorção e prevenindo reações adversas.

 

Os vasoconstritores também promovem hemostasia, reduzindo o sangramento transoperatório e facilitando o procedimento.

 

Os benefícios da associação dos anestésicos locais aos vasoconstritores superaram as desvantagens ou riscos prováveis.

 

 

Os Vasoconstritores são classificados em:

 

Adrenérgicos

- Adrenalina (mais segura e eficaz)

- Norepinefrina

-Levonordefrina

 

Não-adrenérgicos

- felipressina (análogo sintético da vasopressina, hormônio liberado pela hipófise posterior.